Google+ Followers

quinta-feira, 19 de março de 2015

O sábio e a borboleta



        Um pai pretendia oferecer a melhor educação para suas duas filhas. Resolveu, então, ir com elas até o alto de uma colina para passar as férias com um velho sábio.
        As duas meninas ocupavam os dias fazendo as mais variadas perguntas, e o ancião sempre respondia sem nenhuma hesitação.
        As jovens, então, resolveram inventar uma pergunta que o sábio não saberia responder. Uma delas apanhou uma linda borboleta e disse para sua irmã:
        - Dessa vez o sábio não vai saber a resposta! Tenho uma borboleta azul em minha mão. Vou perguntar para ele se ela está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir a mão e deixá-la voar para o céu. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la rapidamente e ela morrerá. Assim, qualquer resposta que ele der estará errada.

        As duas meninas foram, então, ao encontro do mestre.
        - Mestre, a borboleta que tenho em minha mão está viva ou morta?
       Calmamente, o sábio sorriu e respondeu:
       - Depende de você.... Ela está em suas mãos!



Uma parábola oriental de autor desconhecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário