Google+ Followers

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Furaha, a história de um bebê condenado a morte




Nesse livro, a autora Oliver Jacques conta a trajetória de uma família africana para salvar a vida de sua pequena filha Furaha, que foi condenada a morte desde o seu nascimento.
Na tribo em que ela nasceu, a primeira criança da família deveria ser menino, se nascesse menina eles a deixavam para as hienas comerem, pois na crenças deles, traria má sorte. Foi salva graças ao amor de sua mãe.
Mas criada num ambiente muito supersticioso, deveria ser deixada para morrer quando seu primeiro dentinho nasceu na parte superior, onde eles acreditavam que a criança era amaldiçoada pelos espíritos.
E Deus, como eles chamam de Grande Espirito, usou um missionário para salvar a pequena e mostrar aos pais o quanto Ele os ama.
Lhe convido a conhecer essa emocionante história sobre o amor dos pais que fizeram de tudo para salvar sua pequena filha das crenças de sua tribos, e ver como Deus pode fazer o impossível.
Espero que gostem tanto quanto eu gostei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário